segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Top 5

Como em Petrópolis não pára de chover, impossibilitando-nos de filmar nossos Podrecasts semanais (a galera fica tão na seca de andar que quando rola um dia sem chuva ninguém lembra de filmar), resolvemos criar algo no blog para mantê-lo atualizado.
Vamos postar aqui regularmente (ou não) um Top 5 criado através das opiniões dos próprios skatistas da cidade. Quem quiser colaborar pode mandar seus Top 5 índividuais para skatesemfinslucrativos@hotmail.com que a gente posta aqui, a menos que seja algo muito pederasta.
Aí vai nosso primeiro Top 5:

5 marcas de skate nacionais que não deveriam existir (apesar de terem sido citadas mais umas 10):
1- Traxart.
2- Tomboy.
3- Skavator.
4- Bigboyz
5- Brutus.

20 comentários:

Gregori Alecrim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Guto J disse...

Vixe, são tantas...

- Mad Bull (ex-Mad Rats), q pegou o q já era meio tosco e piorou;
- Refen, q só pelo fato de errar na grafia já merecia arder ad eternum nas profundezas do Hades;
- Clean, pois não adianta só investir em marketing - tem q fazer produto decente tb;
- Vista, o produto mais pernóstico q já surgiu no meio editorial brazuca em todos os tempos;
- nike, pelo conjunto da obra. Quero ver qdo o skate deixar de ter tanto hype...

popeye disse...

brutus nem eh marca mais troxao.. eh distribuidora otario..

CAio disse...

orra falar mal da burtus, antes de voces andarem de skate essa marca patrocino muito muita gente que hoje é pro 9ta certo que produtos brutus nao é muito bom), e fora a brutus esta distribuindo os produtos gringos.

Esqueceu da XXL (que é isso)

Anônimo disse...

então...o que a Tomboy vende em um dia, vc não deve ganhar em 3 meses...bico sujo no skate é mato!

Anônimo disse...

meeeuuuuuuu sem noção cara qual é o problema com a Nike? a marca ta investindo pesado no skate e ainda acham ruim? nossa q babaquice, quem pensa q as marcas investem no skate por amor e não por dinheiro vive num mundo paralelo só pode ser. Quando o pessoal do skate aprender a ter uma visão mais empresarial e menos amadora vai entender essas marcas e saber reconhecer e exigir seu valor tambem.

Anônimo disse...

Senhor Guto...
pelo que esta escrito vc deve dar um ollie mal dado ainda!!!
vai andar de skate e fazer a sua...
Nike é nike...vista é é bom e meu...
como ja disse...perde um tempinho tentando dar um ollie decente...pq de mercado e revista vc não entende mesmo filho!

Anônimo disse...

hahahah... engraçada essa eleição.
Algumas destas marcas (como a Tomboy, Refen, Biggyboyz) simplesmente não precisam vender a skatistas e simpatizantes, e felizmente (para o bem das mesmas), pararam de investir pesadamente no skate pois não viram retorno dos seus esforços. A falta de reconhecimento q os skatistas tanto reclamam em relação às marcas reflete tb a falta de empenho e consideração de MUITOS atletas patrocinados, como pude acompanhar; a tomboy por exemplo fez tour e patrocinou parcialmente muitos campeonatos, se soubesse q figuraria entre as piores nem mesmo se esforçaria para ter algum conceito com esse publico. Enquanto o skate for repleto de panelinhas de pessoas estereotipadas nunca terá o investimento que merece, pois pobreza de espirito tb atrai pobreza material.

Tatiana Parada disse...

É... parece que o post não agradou muito os próprios leitores do blog... Que pena pra quem criou... e que maravilha pra quem foi defendido. Fico feliz, pois noto que algumas pessoas do meio do skate começam a ter uma noção do que de fato acontece com uma empresa que se aproxima do mercado skate. Eu, trabalhei na Tomboy, durante toda a jornada de investimento nesse trabalho e por isso falo com conhecimento de causa. A Tomboy, nunca se intitulou "marca de skate" e sim uma marca para um público jovem masculino que entende o esporte e a música como movimento saudável. A razão pelo investimento no skate nunca foi uma vontade de ser considerada marca de skate, mas uma coisa é certa, por todo o tempo que estivemos apostando e colaborando para que o segmento se fortalecesse fizemos com respeito a patrocinados, eventos, mídia. Depositamos nossa parcela de contribuição e como todas as empresas que se mantém saudáveis, fizemos isso como investimento e não como paixão. A paixão fica para quem de fato pratica, ama e vive o esporte. Uma coisa muito importante é que as pessoas desse segmento se conscientizem de que ambos são necessários para a continuidade do mercado. Os que amam, se empenham, não medem esforços e não desistem, não necessariamente colocam dinheiro, mas os que investem em espécie, com a intenção de lucro espera o retorno como todo investimento. Isso não desqualifica uma marca. O skate, se sofresse menos interferencia das pessoas frustradas que se sentem donas da verdade e próprios FUNDADORES VETERANOS, com idéias cheias de preconceitos, estaria muito mais longe, com patrocinadores muito maiores, mas teimam em distribuir a idéia de que para estar no mercado tem que ter o skate na veia... Lamento pelo que já deixaram de ganhar...
A partir do momento que se cobra salário, apresentação, anúncios, premiação, deveriam entender que virou mercado e não aceitam que as empresas queiram lucros com o investimento.
Quanto a postagem, não se preocupe. Pode substituir a Tomboy desse TOP 5 já que não somos marcas de skate. Não se preocupe com a poluição de nossa marca no seu mundo, tribo, segmento, seja o que for. Não é essa nossa intenção.
Espero ter esclarecido

Stuart disse...

Gostaria de responder à Tatiana, mesmo achando que ela nunca mais vá ler os comentários aqui.
Bom, eu entendo muito bem o seu lado, mais do que você possa imaginar. Eu só quero dizer que esse Top 5 não diz respeito a o quanto uma marca é fiel ao skate, original do skate e nem nada disso. Ele só reflete a opinião dos skatistas que eu conheço quando perguntados quais marcas eles achavam mais TOSCAS.

Ou seja, não está em jogo aqui o marketing da marca, o investimento, patrocínios reais e dignos, nada dessa merda. Só estamos dizendo que achamos a Tomboy uma marca muuuuuuuuuito escrota. Só isso. Simples assim. Produtos feios pra caralho, anúncios horripilantes, logo, sei lá, tudo mesmo. Muito ruim. Só isso.
Você gosta de comer cocô? Você gosta de furar o dedo no prego? Porra, vocês precisam entender o que é gosto. Ninguém é obrigado a gostar de tudo. Você não é obrigada a gostar do que eu escrevo, nem do skate. Então não queira que eu goste da porra da Tomboy.
Será que não foi por não ter agradado ao gosto dos skatistas que a Tomboy se fudeu?
Esse blog tá tomando umas repercussões que eu não entendeo. Até uma putinha que trabalha (ou trabalhou) na Tomboy tá se dando ao trabalho de vir aqui se explicar!
Perde seu tempo criando marcas decentes que eu perco o meu tempo falando mal delas!
Não fode!

Stuart disse...

Outra coisa Tatiana:
A partir do momento em que eu compro algum produto e sinto que esse produto não alcançou minhas expectativas ou foi aquém de minhas expectativas, eu tenho todo o direito de reclamar, falar mal.
Eu sou o consumidor. Você deveria me agradar. Você está tentando vender o seu produto pra mim, e não eu estou aceitando esmolas suas, entende?
É por pessoas pensarem como você, que acha que devemos aceitar qualquer merda porque somos skatistas, que o skate não cresce como deveria.
Tomboy??? Caralho, não tinha como investir a minha grana numa merda daquelas. Agora, se você acha que eu deveria estar agradecido por vocês terem tentado entrar no mercado do skate, aí você se enganou. Faz um produto legal aí, de qualidade que nem a Nike mesmo (que eu não uso mais mas respeito) que eu posso até investir a minha grana na sua marca.
O consumidor é que investe na marca, ou estou enganado?

Anônimo disse...

a Traxart tem produtos bons, tenho uma mochila ha quase 4 anos e nao tem um arranhão nela!!! a fabricação é na China (como muitas das marcas q a galera paga um pau) e não deve nada em qualidade e nem em design (olha q sou designer e sei bem o q to falando)... o q não tem, talvez, é uma assessoria adequada p dizer como tem q ser os anuncios, o marketing, mas em relação aos produtos nem deveria figurar ai, achei esse top 5 tendencioso e bairrista! muito zuado!!!
quando se esta dentro de uma marca desenvolvendo um produto, as limitações orçamentárias e do próprio direcionamento do dono pesam no resultado final do produto, que muitas vezes foi feito mesmo p ser barato não hype!!! bom mas blz cada um tem sua opinião e essa é a minha! fuck off...

Tatiana Parada disse...

Stuart, fazemos produtos para consumidores que são admiradores da nossa marca e outros que nem se ligam em marca, mas querem um produto de alta qualidade. Não faço absoluta questão de agradar a todos, cada um tem um estilo, uma preferência, mas as mais de 200.000 peças vendidas (só de bonés) mensalmante me deixam tranquila em relação a aceitação de nossos produtos no mercado brasileiro, independente de que grupo de pessoas estão incluídos nesse número de consumidores, que dentre eles, conheço por número, que não são poucos os garotos que tem o skate como símbolo de estilo de vida.
Mais um detalhe, fiz um comentário no seu post a respeito do que eu penso e nem por isso, sou uma putinha. Talvez você tenha se sentido agredido e por isso tenha tentado me agredir, embora, sinceramente, não tenha alcançado o seu objetivo, mas lamento por pelo blog, por ter um autor com escrita e vocabulário desse nível, quando contrariado. Escrever não é para todos mesmo... Eu entendo sua dificuldade.

Anônimo disse...

babacão do RJ, pacato cidadão....
compra quem quer meu irmão...se vc gosta ou não...pau no teu cu...Carioca é muito ruim, tem mau gosto, anda mal de skate, gosta de funk....é vagabundo...
meu irrmãooo
vc é boca....e isso ja basta...mais boca que todas estas marcas bocas....!!!!
e ...p.s.
foi sua mae quem te ensinou a chamar as minas de puta para agredir?
ou foi uma defesa psicologica tipica de quem mora numa merda de uma cidade pornografica, ou
defesa psicologica de uma mente frustrada de uma pessoa q só paga um pau pata o skate , mas na real, esta longe de fazer parte dele relamente!!!???

paga pau!!!!!!!!!!!!!!!!!!
bico sujo do RJ!!!!!!
vai apreder a dar ollie oww mente em decomposição!!!

Stuart disse...

Tatiana:
Foi mal pelo "putinha".
Realmente perdi a razão nessa hora. Acho que é porque eu tava meio putinho. Foi mal mesmo.
Mas quanto ao resto que escreví continuo achando a mesma coisa.
Na hora que postei o texto com a ofensa desnecessária percebí a merda que tinha feito, mas não quis mudar pra não ficar omitindo as coisas que sinto na hora.
Se você é putinha ou não isso só diz respeito a você e prometo me conter mais nas próximas réplicas, pra não baixar (muito) o nível do blog, que já é baixo.
No mais, Tomboy é uma merda mesmo.
Um beijo.

Campagnoli disse...

Coé sanggggg, quanto essas putinha frequentadora ae cobram pruma velocidade 5 na dança do créééu no baile?
Eh noix que tah no Rio, skate e funk bombando!
Que se foooooooooooooda! Hahahahaha

Croque disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Croque disse...

HAHAHHAH ISSAE DUDAAA !
SKT/FUN/MULHERES na velociade 5 e CRACKK!
IUSAHOUISHAOUISHAIUHASIUAHSOIU é nos do rio porra !

Punk disse...

esse top 5 ta uma merda a traxart eh uma marca boa sempre comprei shape dessa marca e eh dificil de quebrar e a tomboy tbm eh boa e de onde tu tiro isso de sai xingando os outros de putinha nessa porra tu nao tem respeito nao? soh pq critico essa merda de post vc vai sair xingando? aprenda a ter ekilibrio no skate primeiro depois vem kere falar q as marca eh ruiim seu merdinha pena q tu eh de rj e eu so de sp mas como eu keria pega meu skate da trixart e bate na tua cabeça pa ve se kebra! ou entao eu te daria uma voadora ninja kkkk

Punk disse...

e naoo vem fala merda porrrq to bebu!!